Quem sou eu

Minha foto
Personal Trainer, São Paulo - Brasil

Instagram

Instagram

Personal Trainer

Personal Trainer

Marcadores!

Seguidores

Força, Foco e Fé

Força, Foco e Fé

Bodyfitness

Bodyfitness

Pesquisar este blog

Tecnologia do Blogger.
05 dezembro 2015

Glutamina: o que é e para que serve

Glutamina: o que é e para que serve

A glutamina é o aminoácido livre mais abundante no plasma e no tecido muscular. Nutricionalmente é classificada como um aminoácido não essencial, ou seja, que pode ser sintetizada pelo organismo, sua síntese é feita a partir do ácido glutâmico, valina e isoleucina e duas enzimas, a glutamina sintetase, que é quem faz a interação entre glutamato e amônia e a glutaminase, que tem ação inversa.

A direção e os valores das reações dessas enzimas é o que vai decidir se determinado tecido no corpo humano é consumidor ou produtor de glutamina, por exemplo, os músculos esqueléticos são considerados produtores, pois possuem pouca glutaminase. Sua produção inicia-se nos músculos, pulmões, fígado, cérebro e possivelmente no tecido adiposo.

Os rins, células do sistema imune e trato gastrointestinal são consumidores, enquanto o fígado é o único órgão que tanto consome como produz. Sob algumas condições, como uma reduzida oferta de carboidratos, o fígado pode se tornar também, apenas um consumidor de glutamina. Desta forma, podemos concluir que em alguns estados corporais como o estresse, injúrias, desgastes, câncer, HIP, sepse, cirurgias, exercícios físicos intensos, entre outros, alguns órgãos corporais passam a necessitar de uma demanda muito maior de glutamina, o que pode não ser possível apenas pela síntese corporal, nesse caso, exigindo que seja administrado doses extras de glutamina por suplementação, sendo ela via oral para indivíduos saudáveis que necessitam da suplementação, como por exemplo, os atletas ou praticantes de exercício físico de alta intensidade, ou enteral (sondas) para indivíduos com seu estado de saúde comprometido e com apenas parte do trato gastrointestinal funcionante.

A glutamina exerce funções muito importantes para o corpo, entre elas estão: a manutenção do sistema imunológico, equilíbrio do balanço ácido/básico durante estado de acidose, possível reguladora da síntese e da degradação de proteínas, controle do volume celular, desintoxicação corporal do nitrogênio e da amônia (elemento tóxico para o organismo humano), controle entre o catabolismo e anabolismo, no combate à síndrome do overtraining, precursor de nitrogênio para a síntese de nucleotídeos.

Uma particularidade muito importante da glutamina é a sua capacidade de promover uma liberação extra de hormônios.

Para alguns nutricionistas, a glutamina não é considerada como "não essencial", apesar de ser sintetizada pelo corpo humano, devido a sua grande importância tanto para a síntese dos demais aminoácidos quanto para a manutenção da homeostase de vários tecidos durante estados catabólicos

01 setembro 2015

Cinco motivos para você incluir o agachamento frontal nos seus treinos!

O agachamento frontal é raramente incluído no treino por dois motivos simples: primeiro – o exercício é disseminado cada vez menos dentro das academias e está se tornando um movimento esquecido; segundo – não é possível usar a mesma carga que no agachamento tradicional, portanto, muitos pensam que o exercício não possui a mesma eficiência. Em ambos os casos o agachamento frontal está sendo injustiçado, e aqui vão 5 motivos para você considerar (fortemente) a inclusão deste exercício em seu treino de pernas.

Motivo 1 – Quadríceps maiores

Agachamento frontal é um dos melhores exercícios para o quadríceps. Devido ao posicionamento da barra (na frente do corpo) é necessário descer com o peso de maneira mais ereta que no agachamento tradicional, isto faz com que o quadríceps exerça mais força para completar o movimento.

Motivo 2 – Core mais forte e funcional

Para quem não sabe, o core (basicamente a lombar, eretores e região do abdômen) é o sistema muscular que dá sustentação e equilíbrio ao corpo. Em suma, core forte = mais força = menos lesões.

O agachamento tradicional é ótimo para fortalecer os músculos posteriores do core como a lombar e eretores da espinha, contudo a parte anterior não recebe a ênfase necessária. Ao fazer agachamento frontal, onde descemos praticamente na vertical, precisamos manter a coluna em uma posição neutra durante todo o movimento, e é impossível fazer isto sem que ambos os lados do core, principalmente o anterior, sejam requisitados.

Motivo 3 – Menos estresse na coluna e joelhos

Um estudo de 2009 (1), que examinou e comparou a biomecânica do agachamento tradicional e frontal, descobriu que apesar de ambos os exercícios gerarem estímulos equivalentes para a hipertrofia, o agachamento frontal exerce menos compressão na coluna e menos torque nos joelhos; o que torna o movimento em uma ótima pedida para pessoas que evitam o agachamento tradicional por sentirem dores.

Motivo 4 – Mais força no agachamento tradicional

Agachamento frontal é ótimo para quebrar estagnação muscular. Por dar ênfase ao quadríceps e regiões diferentes do core, ao periodizar o treino com o agachamento frontal você vai voltar mais forte para o agachamento tradicional, consequentemente gerando mais ganhos a longo prazo.

Motivo 5 – Menos carga não significa menos massa muscular

agachamento frontal

Um dos principais motivos para as pessoas descartarem o agachamento frontal é porque não é possível usar as mesmas cargas que no tradicional. Um grande erro. Os dois tipos de agachamentos são “animais” distintos; cada um possui seus benefícios e um não substitui o outro. É besteira fazer escolhas dicotômicas quando se pode extrair os benefícios dos dois mundos – use o agachamento tradicional como principal exercício para pernas, mas use o frontal como variação, para quebrar platôs, para construir membros inferiores mais completos e para treinar “ao redor” de lesões no joelho e coluna.         Referências

1 – http://journals.lww.com/nsca-jscr/Fulltext/2009/01000/A_Biomechanical_Comparison_of_Back_and_Front.41.aspx?WT.mc_id=HPxADx20100319xMP            

26 junho 2015

Bombom Fit

Receita fácil e saborosa usando apenas Whey e água (bem pouca para ficar com consistência de chocolate mesmo) pasta de amendoim como recheio. Use forminhas de silicone 15min no congelador.
 
17 junho 2015

Entrevista no Campeonato Paulista 2015


15 junho 2015

Creme para mãos kit mãos de seda Mary Kay

Estou amando esse kit da Mary Kay Mãos de seda, cumpre realmente o que diz, deixa minha mão super macia e olha que tenho mãos de pedreiros devido aos treinos, hahahaha outro hidratante que gosto bastante e não tenho aqui para mostrar é da Natura Ekos recomendo também. 
   

Água com limão em jejum.


O detox virou moda! Tomar um copo de água com meio limão espremido todo dia de manhã, ainda em jejum, é o mais fácil. Veja cinco motivos para aderir este hábito,
1) Desintoxica o fígado
A principal função desta mistura é atuar sobre este órgão, tão sobrecarregado pelas toxinas que adquirimos diariamente. Essas substâncias vêm dos alimentos, remédios, adoçantes, poluição, tabagismo e alguns cosméticos.
2) Melhora da imunidade
O limão é altamente ácido. Ao entrar no organismo ele torna o sangue mais alcalino e por isso mais resistente à doenças. O açúcar tem o efeito oposto. Por isso, não é recomendado adoçar esta mistura.
3) Ajuda na digestão
O limão limpa o intestino e aumenta os movimentos do órgão, ajudando no processo de desintoxicação e digestão. Caso você tenha problemas digestivos, queimação quando come, dificuldades de digestão e sono após comer, o limão ajudará o seu organismo a se equilibrar e você verá que após alguns dias terá uma baixa nestes sintomas de má digestão.
4) Esta mistura é adstringente
Isso significa que ele ajuda a eliminar gorduras. Não quer dizer que emagreça, mas que ajuda a desintoxicar o sangue do excesso de gordura.
5) Controla a pressão
O limão funciona como um ciurético natural, que ajuda na redução da pressão arterial. Hidrate-se!
Atenção:
Pessoas com problemas de gastrite, acidez e irritação de mucosa não devem aderir ao hábito. O limão é muito ácido e vai piorar os sintomas.
11 junho 2015

Gelatina de Whey

05 junho 2015

Bolo de maçã com canela e passas

04 junho 2015

Psyllium e seus benefícios.

O psyllium, cujo nome científico é Plantago psyllium, é uma planta nativa da Índia e é famosa por causa das suas propriedades medicinais. Seu nome vem da palavra grega “psylla”, que significa “pulga” porque as suas sementes são pequenas como esse inseto. Recentemente, a psyllium também tem sido indicada para quem pretende perder peso, já que é sacietógena. Sendo assim, conheça melhor a psyllium para incluí-la no seu cardápio.

Como a Psyllium Emagrece

Como a casca da psyllium é muito fibrosa, quando ingerida, incha no estômago e causa a sensação de saciedade por mais tempo. Desse modo, você para de comer mais cedo e, consequentemente, emagrece. Porém, é preciso beber bastante líquido para não sofrer de problemas intestinais.

Semente de Psyllium

Estudos mais aprofundados ainda não foram realizados para sabermos quantos quilos podem ser perdidos com a ingestão da planta, mas uma coisa é certa: ela só funcionará efetivamente caso você faça uma dieta equilibrada e atividades físicas regulares.

Benefícios da Psyllium para a Saúde

Além de promover o emagrecimento, a psyllium contém diversos benefícios para a saúde. As fibras contidas em suas cascas servem também como um poderoso laxante, pois aumenta o volume do cólon, o que provoca a maior movimentação do intestino, acabando com a temível prisão de ventre. Por outro lado, podem ser usadas contra diarréias por endurecerem as fezes.

As partes mais utilizadas da planta pela medicina fitoterápica são a semente e a casca, que são ricas em substâncias químicas como a mucilagem do tipo arabinoxilano, que absorve bastante água e auxilia o bom funcionamento intestinal. Além disso, há proteínas, galactose, aucubina, enzimas, xilose, gomas e óleos linoléico, palmítico e oléico.

Psyllium em Cápsulas

Tais óleos são utilizados como emolientes (hidratantes capilares e cutâneos) e demulcentes (abranda dores e infecções). Como cataplasma, servem para tratar dores de dente e infecções, além de serem utilizados contra abscessos, irritações na pele e panarícios, que são as infecções nas pontas dos dedos.

Como Usar

Você pode ingerir a psyllium em forma de chás, cápsulas ou in natura. A quantidade recomendada do chá é de no máximo 4 xícaras ao dia, sempre após as refeições. Quanto às cápsulas, 2 são o suficiente, sendo uma antes de dormir e uma de manhã, logo ao despertar.

Suas folhas, quando jovens, podem ser consumidas em forma de salada e suas sementes, devem ser adicionadas a iogurtes ou cereais.

Contra Indicações

A psyllium só não é recomendado para gestantes. Porém, se você sofre de alguma doença crônica, consulte o seu médico antes de ingerir essa planta.

Efeitos Colaterais

Apesar de ser natural, o psyllium pode causar alguns efeitos colaterais gastrointestinais como vômitos, diarréias, distensão abdominal, irritação em volta do ânus, cólica, gases e obstrução digestiva. Sendo assim, aos primeiros sintomas, pare de consumi-lo e procure o seu médico. Estou usando e amando os resultados 

25 maio 2015

Os benefícios do Óleo de Coco

Suporte ao Sistema Imune: Consumir óleo de coco pode ajudar a combater a doença, graças ao seu antiviral, antifúngica e propriedades antibacterianas. Se você está lutando contra qualquer tipo de vírus ou infecção, tente tomar o óleo de coco virgem.

Saúde Cardiovascular: Embora o óleo de coco é uma gordura saturada, vários estudos descobriram que a ingestão de óleo de coco virgem não tem efeitos adversos sobre o coração. Pelo contrário, parece reduzir o risco de níveis elevados de colesterol e de ataque cardíaco. Estudos anteriores feitos sobre o óleo de coco relatou que quem causou o colesterol elevado, foram feitas utilizando o óleo de coco parcialmente hidrogenado e não o óleo de coco virgem e os estudos foram feitos em animais, não seres humanos.

Os pesquisadores descobriram que os polinésios nas Ilhas de cozinheiros, cuja dieta é extremamente rica em óleo de coco tem baixos níveis de colesterol e uma baixa incidência de ataque cardíaco em comparação com as pessoas no resto da Nova Zelândia que não consomem óleo de coco. No Sri Lanka, um estudo constatou que a incidência de ataque cardíaco aumentou porque o consumo de óleo de coco tem sido muito baixo.                                   Suporte da tireoide: Muitas pessoas acreditam que o consumo de óleo de coco extra virgem pode ajudar com os sintomas de hipotireoidismo. Enquanto evidência científica está em conflito neste sentido, muitas pessoas com hipotireoidismo melhoraram com sucesso, e muitas reverteram a hipotireoidismo por conta de ter parado de tomar a medicação da tireóide. Lembre-se que ele pode não funcionar para todos e é importante consultar com seu médico antes de parar qualquer medicação.

Perda de peso: Um estudo descobriu que as mulheres que tomaram o óleo de coco virgem a cada dia tiveram uma redução significativa na gordura abdominal. Mesmo que o óleo de coco é um tipo de gordura, pode realmente ajudar você a perder peso. Porque ele contém ácidos graxos de cadeia média, em vez de ácidos graxos de cadeia longa, como alguns outros óleos comumente usados, o corpo utiliza o óleo de coco para a energia e não armazena gordura. Desta forma, ele ajuda a aumentar o metabolismo.

Contra infeções na pele: Quando aplicado nas feridas e chagas, óleo de coco virgem pode evitar novas infecções por estafilococos. Um estudo descobriu que o óleo de coco virgem foi benéfico no tratamento de dermatites atópica.

Cicatrização de feridas: Um estudo em ratos descobriram que as feridas tratadas com óleo de coco virgem, curavam mais rapidamente e apresentavam maior reticulação de colágeno do que no grupo de controle.

Prevenção de estrias: Na Ásia, o óleo de coco é comumente usado para prevenir as estrias durante a gravidez. Já tem estrias? As mulheres também descobriram que a aplicação de óleo de coco podem reduzi significativamente a quantidade de estrias depois de terem se formado.

Benefícios para pele: hidratação da pele é fundamental para mantê-la jovem e saudável, e o óleo de coco pode ser usado no lugar de loção hidratante para uma pele saudável. Quando o óleo de coco é usado, ele também ajuda a combater as bactérias e outros problemas de pele, incluindo erupções cutâneas, dermatite, acne, rugas, eczema e psoríase. Se você tiver uma área da pele que está irritado, esfregue o óleo de coco na pele para aliviar a inflamação e reduzir os sintomas.

Cabelo Saudável: óleo de coco também pode ser utilizado para melhorar a saúde de seu couro cabeludo e cabelo. Uma maneira que ajuda é através do reforço das costas e reduzindo a perda de proteína durante a lavagem. Tente aplicar um pouco de óleo de coco em seu cabelo para escovar os emaranhados ou massageie com um pouco de óleo de coco no couro cabeludo.

Sistema digestivo: O óleo de coco foi benéficos para muitas pessoas com problemas digestivos, como a síndrome do intestino irritável, prisão de ventre e indigestão. O óleo de coco combate bactérias prejudiciais no sistema digestivo e também auxilia a absorção de nutrientes no corpo.

26 abril 2015

Hambúrguer Fit


Muito simples, você pode fazer com frango, atum ou patinho. Usei 500g de patinho, 1 ovo, 2 colherdes de aveia em flocos, de tempero usei, cebola, alho, salsa, mostarda e sal do himalaia... Misture tudo e faça os bolinhos, tem gente que usar forminha para modelar, faço com a mão mesmo e fica ótimo também.... Pode congelar e usar quando você quiser 🔝😘
06 abril 2015

Receita Brownie Fit

30 março 2015

AERÓBICO OU MUSCULAÇÃO? QUAL EMAGRECE MAIS?

 
Quando alguém quer perder peso, sempre fica a dúvida o que é mais eficiente musculação ou aeróbico?
Primeiramente antes de falar sobre cada uma delas, é preciso entender como funciona o processo de emagrecimento. Para que haja emagrecimento é necessário que gastemos mais calorias do que ingerimos, dessa forma temos um balanço calórico negativo, Por isso é indispensável junto com atividade física levar uma alimentação saudável e regrada, pois não adiantaria em nada se matar treinando e depois acabar repondo tudo que gastou se alimentando de maneira inadequada.

Mas afinal qual modalidade é melhor para emagrecer musculação ou aeróbico?
Conheça a seguir um pouco de cada uma delas:
Aeróbico
É um treino de resistência onde usa-se oxigênio no processo de geração de energia dos músculos. Há vários tipos de exercícios aeróbicos, como bicicleta, corrida, escada, transport, step, entre outros, mas em geral, exercício aeróbico é aquele feito em nível de intensidade moderadamente alto por longo período de tempo.
Eles são uma excelente escolha para quem deseja perder peso, pois a gordura é a principal fonte de energia usada pelo corpo durante o exercício aeróbico. Logo no início da atividade, a principal fonte de energia é o glicogênio muscular. Porém, com o passar dos
minutos, a gordura se torna a fonte predominante, a fonte principal usada pelo nosso corpo. Por isso, recomenda-se que o tempo de duração do exercício aeróbico ultrapasse os 20 minutos. Quanto mais tempo a gordura for consumida, mais resultado haverá no emagrecimento.

Além disso, há uma lista considerável de outros benefícios que o exercício aeróbico pode proporcionar, alguns deles são:
Ajuda no controle do peso. Combinado com dietas você perde peso mais rápido e se mantêm assim enquanto se exercitar
Melhora a circulação sanguinea
Melhora o sistema imunológico
Ajuda a prevenir doenças como hipertensão, diabetes, acidentes vasculares cerebrais e obesidade.
Melhora seu humor: diminui os sintomas da depressão e as tensões associadas à ansiedade.
Fortalece a musculatura do coração, aumentando a capacidade cardiorrespiratória.
Melhora o nível do bom colesterol, o HDL.
Aumenta a resistência à fadiga, melhorando o fôlego e dando mais disposição para as tarefas do dia a dia.
Mas antes de sair por aí correndo, consulte um médico. E comece devagar, pois como diz o ditado popular, é assim que se vai mais longe.
Musculação
A musculação é um tipo de treinamento resistido, com variáveis de cargas, amplitude e intensidade. É uma das melhores modalidades em todos os aspectos, desde prevenção de doenças, ganho de massa muscular, tratamento de enfermidades, correção de desvios posturais e, claro, redução da gordura corporal. É isto mesmo a musculação pode ser extremamente eficiente para produzir alterações positivas no seu percentual de gordura.
A musculação tem a vantagem que os exercícios aeróbios não tem, que é gastar calorias mesmo em repouso. Ela além de gastar algumas calorias durante o treino, o organismo tem um gasto ainda maior no descanso. Ocorre que todo o “dano” causado ao músculo durante o treino, é reparado no intervalo de recuperação entre os treinos. Esta reparação tecidual do músculo requer uma grande demanda energética para ocorrer, justificando o alto gasto calórico provocado pela musculação.
Outra vantagem da musculação é que ao aumentar a massa muscular, você estará aumentando também seu metabolismo basal. O músculo é um tecido ativo, ou seja, ele gasta calorias apenas para se manter vivo e realizar suas funções, portanto, quanto mais massa muscular você tiver, mais acelerado será seu metabolismo e mais calorias você gastará durante todo o dia.
Mais um aspecto positivo da prática do treinamento com pesos é a melhoria da estética em geral. De que adianta estar magra, mas “mole”. A musculação garante a rigidez muscular, melhorando a aparência, dando firmeza, contornos e modelando o corpo pelo ganho de massa muscular. Além disso, pode ajudar a evitar a perda de massa muscular, que começa a aumentar depois de uma certa idade e com isso evita outros problemas como o enfraquecimentos dos ossos devido a diminuição de massa óssea.
Combine a as duas modalidades!
Cada uma dessas modalidades tem seus benefícios quando falamos em emagrecimento.
A diferença básica entre o gasto calórico da musculação e do aeróbico é o momento em que ocorrem. Com o aeróbico, gastamos mais calorias durante o exercício o que pode se maior quando comparadas de um treino de musculação. A musculação, embora gaste menos durante o treino, ela tem a vantagem de continuará queimando durante o repouso, além de aumentar a massa muscular, o que por si só aumenta o gasto calórico.
Na verdade, para emagrecer de maneira saudável, o ideal é pensar em mudar a composição corporal, aumentando a massa muscular, reduzindo a gordura e não apenas perder peso aquele que é medido na balança. Tome de referência o espelho e as roupas, muito mais do que a balança propriamente dita, pois seu peso pode até não mudar muito, mas seu corpo sim!
A musculação é um forte complemento dos treinos aeróbios, para quem quer reduzir a massa gorda e tonificar os músculos e vice e versa.

Para isso procure associar os dois tipos de exercícios, conseguindo assim aumentar o gasto calórico total, emagrecendo de maneira mais eficiente, saudável e sem abrir mão de ficar com tonificado.
Afinal, você prefere emagrecer e ficar flácido e fraco? Ou emagrecer enrijecendo os músculos, ganhando assim um corpo mais bonito, forte, saudável e atraente
 
 
 
04 março 2015

Inspiração do dia.

Porque o desafio da Bia não para nunca e só para vocês acompanharem como anda a vencedora do último desafio segue fotos atuais dela, iniciou o desafio dia 30/10 com 78kg hoje está com 60kg vejam as fotos... 
02 março 2015

Sobremesa Magra

Nada de sofrer com dietas malucas, se quer ter sucesso com a sua dieta precisa ter criatividade, já falei que não sei fazer nada na cozinha, porém, eu me viro, inibe você também. O que eu fiz foi apenas misturar gelatina pronta e um iogurte grego zero gordura. Ficou perfeito , podem acreditar! 
                               
24 fevereiro 2015

Agachamento Sumô

Dica de  um exercício de glúteos e coxa esse não pode faltar no meu treino de perna, fale com seu professor para que ele possa te orientar.
 
13 fevereiro 2015

Treino do dia `Costas"

Esse vídeo é antigo, na minha primeira preparação em 2013, treino completo de dorsal, o treino responsável pela busca do shape em V ou Y exigido pela categoria Bodyfitness, eu adoro treinar essa região, valoriza a cintura, quanto mais treina mais fina ela fica.
 

Receitas de Sucos Detox

       

                                                         Receitas de sucos verdes
 
É preciso tomar o suco em jejum pela manhã - horário de maior absorção de nutrientes pelo corpo -, esperar 30 minutos para comer outros alimentos.
SUCO 1
· 1 pepino
· 3 talos de aipo
· 2 folhas de couve
· 2 punhados de salsinha
· 1 limão pequeno sem casca
· 1 maçã
SUCO 2
· 1 folha média de acelga com o talo
· 1 maçã com a casca
· 150ml de água de coco
· 4 folhas de hortelã
Modo de fazer
Bater os ingredientes no liquidificador ou centrífuga com um pouco de água.
SUCO 3
· 2 amoras (morango ou ameixa vermelha)
· 1 fatia grande (150 g) de melão
· 1 fatia fina (80 g) de abacaxi
· 1 pêssego com casca e sem caroço
· 2 damascos secos
· 1 punhado de espinafre
· 1 col. (sopa) de lecitina de soja
· 1 col. (sopa) de semente de linhaça
· 2 cubos de gelo
Modo de fazer
Bata todo os ingredientes no liquidificador. Coe se achar necessário. Se quiser deixar o suco mais consistente, acrescente um pouco de whey protein batido com água ou leite de soja. Para fazer um smoothie, adicione 1 pote de iogurte natural desnatado.
SUCO 4
· ½ copo de água-de-coco
· 1 maça vermelha com casca
· 2 talos de aipo
· 1 punhado de hortelã
· 1 punhado de salsinha
· 1 fatia de gengibre
· 1 limão espremido
· 1 folha de couve
Modo de Preparo
Colocar tudo na centrifuga e servir em um copo com gelo.
SUCO 5
· 1 pedaço médio de batata-doce sem casca (ou inhame)
· 1 pepino com casca
· 1 maçã com casca e sem semente
· 1 punhado de broto de feijão (moyashi) ou de alfafa (opcional)
· 3 folhas de couve
· 3 ramos de hortelã (ou capim-cidreira)
· 1 pedaço de gengibre sem casca (ou cenoura com casca)
· 2 cubos de gelo
Modo de fazer
Corte o pepino em pedacinhos e bata no liquidificador. Acrescente os outros ingredientes um a um (se precisar, complete com um pouco de água). Coe se achar necessário e beba em seguida.
SUCO 6
· 2 maçãs
· 1 pepino
· 1 punhado de grãos germinados (pode ser grão-de-bico, semente de girassol, amêndoas, quinua ou trigo)
· 3 tipos de folhas verdes a gosto (couve, chicória, erva-doce, alface...)
· 1 legume picado, como cenoura ou abóbora
· 1 raiz, como cenoura, inhame ou batata-doce
Modo de fazer
Pique as maçãs em quatro e remova as sementes. Coloque-as no liquidificador com o grão germinado e bata, com a tampa aberta, usando o pepino como socador. Não coloque água, que será extraída do pepino. Depois, junte as folhas, o legume e a raiz e bata no liquidificador. Coe usando um saco de tecido voil e sirva. O suco deve ser consumido na hora, mas dura cerca de 12 horas na geladeira sem estragar.
SUCO 7
· 1 beterraba com casca
· 1 pedaço médio de inhame sem casca
· 2 folhas de couve
· 1 cenoura com casca
· 1 maçã com casca e sem semente
· ½ copo (100 ml) de suco de laranja
· 2 cubos de gelo
Modo de fazer
Passe o inhame, a beterraba, a couve, a cenoura e a maçã na centrífuga. Transfira o sumo para o copo, complete com o suco de laranja e acrescente o gelo. Beba em seguida. Se for usar o liquidificador, bata o suco de laranja junto com os outros ingredientes. Coe se achar necessário e beba em seguida.
SUCO 8
· 2 maçãs com casca e sem semente
· 2 cenouras com casca
· 1 punhado grande de folhas de espinafre
· 1 punhado de semente de girassol germinada (opcional)
· 2 cubos de gelo
Modo de fazer
Passe as maçãs, as cenouras, o espinafre e a semente de girassol germinada na centrífuga. Transfira o sumo para o copo e acrescente o gelo. Se for usar o liquidificador, adicione um pouco de água para bater os ingredientes. Coe se achar necessário e beba em seguida.
SUCO 9
· 3 ramos de hortelã, capim-limão ou erva-cidreira
· 1 mão de semente de girassol germinada (sem casca)
· 2 maçãs médias, picadas
· 3 folhas de couve-manteiga ou espinafre
· 1 cenoura, picada
· 1 inhame, picado
· 1 pedacinho de gengibre
Modo de fazer
Centrifugue todos os ingredientes (ou bata bem no liquidificador com um pouco de água). Finalize com o suco de 1 limão médio para potencializar a absorção de ferro, responsável pela rápida alcalinização e assimilação de outros minerais. O ideal é tomá-lo em jejum e aguardar pelo menos 30 minutos para comer outros alimentos. Assim, você potencializa a absorção dos nutrientes.
SUCO 10
· 2 pepinos
· 1 pedaço de 3 cm de gengibre
· 2 maçãs
· 3 folhas de couve
· 3 talos de salsinha
· Suco de 1 limão
· 2 talos de aipo
Modo de fazer
Bata tudo no liquidificador. Acrescente água e coe se achar necessário.
SUCO 11
· 2 pepinos
· 2 maçãs
· 5 talos de aipo
· 1 maço de couve-manteiga
· 1 maço de salsinha
· 1 pedaço de 2 centímetros de gengibre fresco
· Suco de 1 limão
Modo de fazer
Coloque todas as verduras e hortaliças em uma centrífuga (ou bata com água no liquidificador) e beba a seguir. Se quiser, pode usar outras hortaliças bem verdes (folha de brócolis, escarola, espinafre, almeirão) e ervas frescas (coentro, hortelã)

SUCO 12
· 2 folhas de couve
· 1 maçã com casca
· 1 cenoura média
· ½ copo (100 ml) de suco de laranja
Modo de fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Se ficar muito denso, acrescente um pouco de água.

SUCO 13 
· 2 ou 3 folhas de couve
· 3 talos de salsinha
· 3 talos de hortelã
· 1 talo de aipo (sem folhas)
· 1 pedaço pequeno (3 cm) de gengibre
· 1 maçã grande
· 1 cenoura
Modo de fazer
Passe a maçã na centrífuga. Transfira o suco da maçã para o liquidificador e bata com os outros ingredientes. Na falta da centrífuga, bata tudo no liquidificador com um pouco de água. Coe se achar necessário.
11 fevereiro 2015

Panqueca Fit

Toda vez que eu postava fotos das minhas refeições sempre alguém vinha alguém com a pergunta Como faz? Nao sei cozinhar nada, juro. Depois que comecei fazer dieta me virei com os alimentos que posso comer.  Por isso vou mostrar com toda minha simplicidade como faço essa mega receita elaborada, hahahahaha. Vamos ao ingredientes para a panqueca. 1 ovo inteiro e 1 colher de tapioca, exatamente só isso, mistura tudo e leva na frigideira se for boa nem precisa untar. Depois de feito você pode usar o recheio que você quiser. Eu fiz uma com frango e outra com pasta de amendoim, faça você também é me fala se deu certo. Beijos 
                                  
10 fevereiro 2015

Salgado Maromba

Galera que não curte comer batata doce com frango, existe várias receitas na internet de receitas fáceis de fazer e gostosas. Sempre que quero comer frango com batata de forma diferente faço assim... Sempre tenho em casa frango e batata doce cozidos, separo a quantidade que quero e misturo tudo, usei o processador, mas já fiz sem ele também é seu certo... Faça os bolinhos no tamanho que você quiser e coloque no forno, como os alimentos já estão cozido é só dourar... E estão prontos e fica super macio, pode temperar como quiser eu só usei o frango temperado com cebola, salsa e alho. Nada de sal ou outros temperos.  
                  
05 fevereiro 2015

Chocolate e alguns dos seus benefícios

 
Bem dosado e do tipo certo, o chocolate pode até ajudar a emagrecer. "O melhor é o amargo, que tem maiores quantidades de cacau e, por isso, mais benefícios", explica a nutróloga Sylvana Braga, especialista em prática ortomolecular, São Paulo. A quantidade não deve ultrapassar 30 gramas por dia - o equivalente a uma barra pequena ou dois bombons. Ao utilizá-lo no preparo de ovos, trufas, bolos e outros doces, é preciso uma atenção maior: além de aumentar o número de gorduras e calorias da sobremesa, o chocolate pode perder os nutrientes quando muito aquecido. Confira a seguir sete motivos para manter essa delícia no cardápio. 

Dá saciedade

O chocolate pode ajudar você a sentir-se mais satisfeito e não exagerar na comida. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Chung Hsing, em Taiwan, mostrou que os ácidos fenólicos presentes no cacau podem aumentar a produção do hormônio leptina, que aumenta a sensação de saciedade.

A nutricionista Raquel Maranhão, da Clínica BeSlim, do Rio de Janeiro, lembra que outros fatores podem interferir na produção de leptina, como a menor concentração de insulina que diminui o nível do hormônio. Por isso, não adianta apenas consumir chocolate sem atentar para os outros fatores envolvidos.  
 Protege contra derrames
Segundo a nutróloga Sylvana, o cacau é rico em antioxidantes que reduzem a inflamação nas artérias e a aderência do colesterol à parede dos vasos, prevenindo a formação de trombos na corrente sanguínea e, consequentemente, o AVC(acidente vascular encefálico). Um estudo realizado pelo Karolinska Institutet, na Suécia, confirma esse benefício. Eles descobriram que as mulheres que comiam aproximadamente duas barras de chocolate por semana - aproximadamente 60 gramas - estavam até 20% mais protegidas contra derrames em comparação com aquelas que nunca comiam o doce. 
Ajuda a emagrecer
O chocolate pode ajudar a emagrecer - desde que inserido dentro de uma alimentação balanceada. Segundo Sylvana Braga, o doce é rico em cafeína, que acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias, mas é preciso ingerir a versão amarga, com muito cacau. A diminuição do estresse e da ansiedade e o aumento da saciedade também são benefícios que podem contribuir para eliminar mais rápido os quilos extras. 
Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia (EUA) encontrou resultados parecidos: pessoas saudáveis que praticavam exercícios físicos e comiam chocolate regularmente (duas vezes por semana) tendiam a ter menor índice de massa corpórea (IMC) do que aquelas que se exercitavam e comiam chocolate com menos frequência.  
Melhora o raciocínio
Sylvana Braga explica que a cafeína presente no chocolate pode estimular a memória, a atenção, a concentração e o desempenho mental em geral. Após acompanhar dois grupos na solução de equações, especialistas da Universidade de Northumbria, no Reino Unido, notaram maior agilidade e número de acertos entre as pessoas que consumiram 500mg de flavonoides, substâncias encontradas no chocolate amargo e meio amargo (a versão ao leite também oferece flavonoides, mas em quantidade bem menor). 
Controla o colesterol
A nutricionista Raquel explica que o consumo de chocolate amargo - rico em cacau e flavonoides - pode auxiliar na diminuição do colesterol total e do colesterol LDL (o colesterol ruim). Os antioxidantes diminuem a inflamação e o acúmulo de gordura nos vasos. 
Antienvelhecimento
Raquel Maranhão conta que, por ser rico em antioxidantes, vitaminas A e do complexo B, o chocolate ajuda a neutralizar os radicais livres do organismo que, quando elevados, podem provocar danos celulares relacionados ao processo de envelhecimento. É por isso que o doce também é usado em cosméticos com efeito regenerador, antirrugas e antienvelhecimento.  
Promove bem-estar
Sylvana Braga explica que o chocolate libera endorfinas que melhoram o humor e a ansiedade e ainda combatem a depressão e o desânimo. Além disso, ele fornece energia, melhorando a disposição para as atividades diárias, e concentra outras substâncias, como triptofano, teobromina, feniletilamina, fenilalanina e tirosina, que reforçam a sensação de bem-estar. 
Uma pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisas Nestlé, em Lausanne, na Suíça, investigou a relação entre o consumo diário de chocolate e o nível do hormônio cortisol, responsável pelo estresse. Os cientistas observaram que o nível de cortisol baixou consideravelmente em todos os participantes que consumiam o doce, chegando a 40% de redução naqueles que sofriam com a ansiedade.  
Só escolher o chocolate certo

  • Fonte:
  • http://www.minhavida.com.br/
11 janeiro 2015

Shake e Sucos Funcionais

Olá pessoal!
Algumas sugestões de shakes funcionais que podemos fazer em casa.
Shakes aliados a uma alimentação balanceada podem ser a chave para reduzir medidas de forma saudável. Ricos em vitaminas, minerais, fibras e ingredientes termogênicos, eles saciam a fome, aceleram o metabolismo e ajudam o intestino a funcionar.
Apesar dos benefícios, eles não são adequados para substituir as refeições principais. Prefira tomá-los nos lanches intermediários ou como acompanhamento de refeições leves, como um frango grelhado com salada.

Shake com abacaxi e gengibre

Neste shake, é possível aproveitar os benefícios do gengibre, que acelera o metabolismo e elimina toxinas. A linhaça garante o aporte de fibras.
  • 200 ml de chá verde
  • 1 fatia grossa de abacaxi
  • 1 pedaço pequeno de gengibre
  •  8 folhas de hortelã
  • 1 colher de chá de semente de linhaça

Suco temogênico

Além de usar ingredientes que ajudam a desintoxicar, outra opção é turbinar a receita de suco com alimentos termogênicos, que aceleram o metabolismo e, por tanto, a queima de gordura, principalmente abdominal. Entre os alimentos desse grupo estão a canela, o gengibre e a pimenta.

Receita de suco detox com canela

Ingredientes

•    200 ml de água de coco
•    1 maçã com casca
•    1 fatia de abacaxi média
•    1 colher de sopa de folhas de hortelã
•    25 g de gengibre

Suco detox e funcional

Além de serem refrescantes e ajudarem na manutenção do peso, alguns sucos são funcionais e auxiliam o organismo de outras maneiras. Receitas com manga e cenoura, por exemplo, aceleram o bronzeado. Já a mistura de abacaxi e aipo ajuda a evitar o inchaço e reduzir medidas.

Receita de suco para eliminar o inchaço

Ingredientes

•    ½ talo de aipo
•    1 fatia de abacaxi
•    4 morangos orgânicos
•    4 colher de sopa de salsinha
•    100ml de água de coco
Shake para desintoxicar
200 ml de água de coco
8 uvas verdes
1 colher (sopa) amaranto em flocos
1 cubo verde (com couve e hortelã)
Espero que vocês aproveitem bem as dicas e até a próxima.
Beijos Fiquem com Deus!